terça-feira, 17 de junho de 2014

Partilha do poema lido no 10º Encontro

Imagem Google


Por Adelson Guabiraba

Aquele que trabalha servindo
desconhece o lado do mal,
não aceita a dor e, sorrindo
faz um doce com pedras de sal.

Aquele que trabalha servindo
se sublima por sempre amar,
jamais alguém subestima
e sorri quando alguém quer chorar.

Aquele que trabalha servindo
jamais sente estafado ou cansado,
se entregando ao trabalho infindo,
colocando seus pesares de lado.

Aquele que trabalha servindo
não impõe condições, sempre ajuda,
levantando o irmão, que caído,
necessita do amor que o acuda.

Aquele que trabalha servindo
está sempre amparado da Luz.
Se eleva aos céus e sentindo
a presença constante: é Jesus!


(Inspirado em 03/03/2005).