terça-feira, 22 de abril de 2014

Partilha do poema lido no 6º Encontro

Imagem google



Luz de Purificação

Por Adelson Guabiraba


Se buscares a purificação
O perdão terás que pedir
E medir a sua ingratidão
Dos erros que fizestes sem sentir

A mudança só é feita devagar 
Pois os erros não se apagam em um dia
Desdobrando na essência do AMAR
E mostrando muita fé com alegria

Eu que fui um errante desta vida
E me via todo tempo a me enganar
Fiz revoltas, fiz bobagens, fiz feridas
Ocupando este tempo sem amar

Hoje ocupo bem humilde um espaço
Com um laço me amarrei na eterna luz
Me livrei de todo mal, do embaraço
Me abracei aos braços ternos de JESUS

Assumi a nova chance e caminho
Bem pertinho vejo irmãos a me guiar
E eu me junto a todos eles com CARINHO
Para ver novamente a luz brilhar.


(Inspirado em 13/05/1998).